No entanto, não queremos reproduzir ou perpetuar um estereótipo étnico, mas sim ressignificá-los, traduzindo em produtos que demonstram essa mistura entre o Brasil x Japão.

Nosso logo assim como nossa origem, foi inspirado em nossa mistura formando um símbolo que unifica essa junção metade japonesa, metade brasileira. 

Versão simplificada

Versão completa / PT

Redução máxima:

1,5cm  /  75px

Redução máxima:

2,5cm  /  150px

Versão completa / ENG

Redução máxima:

2,5cm  /  150px

Versão comemorativa

/ somente em PT 

Redução máxima:

2,5cm  /  150px

Versão horizontal

/ somente em PT 

Redução máxima:

6cm  largura/  425px largura

  • verificar leitura sobre fundos variados.

  • aplicar sobre fundos claros ou neutros.

  • deixar área de respiro.

  • usar o logo com sombra.

  • distorcer o logo.

  • cortar o logo.

  • usar efeitos no logo.

  • usar stroke em volta do logo.

  • usar sobre backgrounds poluídos.

  • usar opacidade no logo.

  • inclinar o logo.

  • usar texturas dentro do logo.

Usamos a fonte Interstate como fonte principal da nossa comunicação.  A tipografia é forte, mas simples, deixando todo o destaque para a arte. Ela deve ser usada com diferentes pesos e tamanhos para direcionar a ordem de informações do layout. Títulos precisam ser mais bold, assim como textos corridos precisam ser mais claros e menores. É legal brincar com as fontes, porém devemos ter atenção com a leitura mínima. 

As tags dão suporte para explicar nossas origens e propósito de marca, relembrar quem somos e propagar a cultura nipo-brasileira dentro do contexto feminista.

Nossa paleta é bem variada e aberta. Usamos cores alegres, mas em sua maioria no tom pastel, quando a arte precisa ser mais sofisticada predominantemente escolhemos as cores mais escuras.  O mais importante aqui é ser livre, mas não deixar de lado a leitura de uma cor sobre a outra. Na imagem ilustrativa organizamos das cores mais usadas para as menos usadas.

Nosso jeito de falar com o público precisa ser natural, simples e próximo. Precisamos mostrar que somos pessoas reais e com propósito de marca. Nossa linguagem é divertida, mas sem ser escrachada. Gírias podem ser usadas e memes adaptados para no nosso tom são bem vindos. 

O termo "Japa ou Japas" nunca deve ser usado fora do contexto do nome da nossa marca. Lembre-se de sempre chamar as pessoas pelo nome ou se a pessoa te der permissão para tal. No nosso caso, queremos ressignificar esse termo, para podermos usá-lo com orgulho e mostrar quem somos: nipo-brasileiras.

  • Apoio ao pequeno

  • Ingredientes selecionados

  • Marca artesanal

  • Colaboração

  • GRLPWR

  • Raízes

  • Nossas origens

  • Um ajuda o outro

  • Juntos somos mais

  • Arigatou (Obrigado)

  • Kanpai (Um brinde)

  • Nipo-brasileiras

  • Ser empático.

  • Lembrar que somos Nipo-brasileiras e não japonesas.

  • Respeitar outras culturas.

  • Aceitar a diversidade.

  • Usar termos racistas, sexistas ou que exclua qualquer tipo de grupo ou individuo.

  • Textos ou títulos que visam esteriotipar pessoas ou a própria marca.

  • Usar linguagem de tom agressivo.

  • Rebaixar os concorrentes.

Nossos produtos são variados, os mockups e as fotos nos ajudam a criar uma variedade de artes para usar em nossa comunicação.  

  • f
  • insta2
  • untapd